15 de junho de 2010 Felipe

Metrô

Falando em metrô, o de São Paulo me atende bem. Em certos horários, é impossível viajar de maneira confortável, já que a demanda é infinitamente superior à oferta. Mas pra mim, o grande problema – que talvez seja decorrente da falta de oferta – é a falta de educação dos usuários.

Dificilmente quem está na plataforma esperando pra embarcar espera o movimento contrário. Vira um empurra empurra dentro e fora dos vagões. No horário de pico, a coisa fica até perigosa. Ontem pela manhã, voltando da rodoviária, fui fazer a baldeação na Estação Paraíso. Literalmente virei passageiro da turba louca que tentava entrar no metrô. Fico impresionado como ninguém cai nos trilhos.

Será que uma campanha séria de educação resolveria esse problema? Ou já tentaram e não deu certo?

,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comment (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *