28 de fevereiro de 2004 Felipe

Luxemburgo não é mais o treinador do Cruzeiro

(Aqui, aqui e aqui)

Tá, eu fui um cara que queimei minha língua quando reclamei da chegada do treinador. No entanto mudei completamente de opinião, comecei a admirar e credito grande parte das conquistas do ano passado ao Luxemburgo. Quando recebi a notícia hoje, fiquei alguns minutos sem acreditar. Só no Cruzeiro para se demitir o melhor treinador do Brasil, num momento tenso, porém muito menor, se comparado com alguns acontecimentos passados.
Não vou ficar batendo na mesma tecla, principalmente quando todos as matérias falam a mesma coisa. Mas acho difícil sonhar com Libertadores tendo Tite ou (Deus me livre) Marco Aurélio*, no comando da equipe. Vou esperar e torcer para, mais uma vez, queimar minha língua.

*A nossa sorte, segundo Marcelo, é que o contrato do Levir Culpi com o Botafogo vai até 2006. Se não, ele seria o mais forte candidato para assumir o Cruzeiro.

Elegantemente atrasado, é bom ressaltar que o Rivaldo também deu linha do time. Eu estou desiludido, só isso. Quanto ao novo técnico, pode ser qualquer um, menos Levir ou Marco Aurélio.

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *