1 de setembro de 2016 Felipe

Cesto

A artista plástica Olivia, a Whippet | Foto: Alessandra Haro

(Olívia deu um ultimato ao seu publisher)

A arte não tem fronteiras, é global e aproxima culturas. E esse multiculturalismo pode ser definido de várias formas, especialmente na colaboração e no retrabalho. Esta é a mensagem que a artista plástica Olívia, a Whippet, nos passa em “Cesto”.

"Cesto" (Palha) - 2016

“Cesto” (Palha) – 2016

Em sua sétima obra, Olívia trabalha em uma peça artesanal mexicana e traz questionamentos interessantes. Qual é o valor de uma obra de pouca tiragem, feito um cesto artesanal? A obra ganha mais valor se for retrabalhada? Definida como (ar)artesanato, esta obra mostra um refinamento na técnica da artista, mais atenta ao detalhe e capaz de trabalhar materiais mais frágeis com sensibilidade e elegância.

“Cesto” não é simples. Da escolha do material à composição, a obra pode ser interpretada de diversas formas. Do desmanche do que temos como garantido, seja a democracia ou os ideais progressistas do multiculturalismo até a ideia da fragilidade da palha e como, dentro do clichê, a união faz a força.

São apenas insights de Olívia, uma artista que busca formas de externar suas inquietudes enquanto permanece atenta aos movimentos sociais e políticos atuais.

"Cesto" (Palha) - 2016

“Cesto” (Palha) – 2016

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (2)

  1. Caco

    Não deixe escapar a recente visita de Trump ao presidente mexicano. Com esse cesto, Olívia nos alerta para a deteriorização de uma cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *