29 de agosto de 2012 Felipe

Hype nas receitas de Miojo

Nissin Miojo Lámen por Kawanet | Flickr cc-by

Nissin Miojo Lámen por Kawanet | Flickr cc-by

Já gostei muito de Miojo. Muito mesmo. Muito a ponto da despensa de casa ter uns 30 pacotes pra um mês. Ou seja, era Miojo todo dia. Aos 13 anos, minhas habilidades culinárias eram bem limitadas e eu achava Miojo uma das coisas mais gostosas do mundo. Variei a receita tradicional de todas as formas possíveis, mas utilizando ingredientes que estão na geladeira do proletário brasileiro: Requeijão, presunto, ovos, queijo prato. Nada que fosse mais chique do que aquele pacote de macarrão que custa menos de um real.

Todo esse parágrafo pra justificar meu incômodo com esta matéria: “Mais de 10 chefs renomados dão receitas à base de Miojo“. Confesso que o título me interessou. Tipo algo legal, dentro dos três minutos, mas com baixo custo. Ledo engano. Em uma receita, o cara usa um naco de Foie Gras. Em outro, tiras de filé mignon. Tudo isso para um macarrão vagabundo. Aí não!

Não estou fazendo pouco caso do Miojo. É a salvação para evitar uma ressaca, por exemplo. Mas, se for pra gastar mais do que três minutos e usar ingredientes legais, compre um macarrão melhorzinho. Caso contrário, recomendo a minha receita: Colocar uma colher de requeijão no fim do cozimento. É imbatível. 🙂

, , , ,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (3)

  1. Tem aquela história de estragar um bom prato. Nesse caso, são tentativas inúteis de transformar um prato irremediavelmente mediano numa iguaria requintada.

    Porra, tem uma que tem LAGOSTA!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *