1 de setembro de 2011 Felipe

Exame de fezes

Fiquei sabendo que uma pessoa próxima descobriu um problema dermatológico através de um simples exame de fezes. Quem sugeriu o exame foi um médico amigo, já experiente. E é fascinante ver a simplicidade dando um banho no excesso. Me fez lembrar de uma história. Talvez não seja fidedigna, mas garanto 95% dela.

Quando trabalhava na Labtest, tive a honra de trabalhar para uma das pessoas mais sensacionais que conheci, o Dr. José Carlos Basques. Ouvi-lo falar era um aprendizado, sempre. Certa vez, fazíamos um Seminário em Campinas e uma moça fez uma pergunta. Dr. José Carlos ouviu, pensou e disse: “Vou te mandar fazer um exame de fezes e vou te explicar a razão”. Não me lembro se ele inventou a teoria ou se foi algum professor, mas o fato é que ao pedir o exame de fezes, você está pedindo um exame barato e que te dá tempo de pesquisar e dar o diagnóstico (ou a resposta, dentro da analogia). Todos os presentes deram risadas. E como vimos na situação do primeiro parágrafo, a estratégia funciona.

Convivi brevemente com o Dr. José Carlos, mas me divertia com algumas boas histórias, especialmente a da Sopa de Pedra. É uma pena que ele esteja bem longe da gente agora. De vez em quando, a vida tira as pessoas certas nas horas erradas.

, ,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *