28 de junho de 2011 Felipe

Surrealidade 1 – Meia Noite em Paris

Em um recente programa de TV, Chris Rock diz uma verdade, e não é sobre piadas. Ele fala que adora os “gênios de curto prazo” (tradução literal para short term geniuses), ou seja, caras feito Woody Allen ou Prince, que todo ano soltam material novo e você fica ansioso para ver. Não poderia concordar mais com os exemplos. Tanto o cantor quanto o diretor sabem fazer coisas inovadoras, cativantes e totalmente diferentes dos trabalhos anteriores.

Não que “Meia Noite em Paris” seja totalmente inovador, mas é cativante demais da conta. Vimos o filme num fim de domingo, sem pretensões e saímos leves. Paris fica bonita em qualquer situação e nesse filme não é diferente. Aliada ao personagem de Owen Wilson, super nostálgico e com vontade de conhecer os anos 20, as coisas ainda ficam mais divertidas, sem duvidas.

, ,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *