14 de junho de 2011 Felipe

Dicas para alugar apartamento #2

A segunda dica é bem simples. Desconfie de tudo, inclusive de benefícios como “tem armário embutido” ou, no caso de São Paulo, “é bem perto do metrô”. Deduzindo que você não vai ser maluco ao ponto de alugar um local sem ir visitá-lo, essa dica pode ser interpretada como “baixe suas expectativas ao mínimo possivel”.

Dois exemplos que enfrentamos, com base nas desconfianças acima. No primeiro, a corretora disse para o Alexandre que o apartamento tinha dois quartos e muito armários embutidos. Esqueceu de dizer que havia também camas embutidas e que o muito era quase uma compulsão por armários. Eles estavam em todos os lugares da casa, em quantidade absurda. Além disso, as camas eram parafusadas na parede. Impossível tirá-las.

No outro exemplo, o apartamento era em Perdizes. A altimetria do bairro é bem parecida com a do Santo Antônio, em Belo Horizonte. Segundo a corretora, o apartamento era próximo do Metrô Vila Madalena. Curiosamente, um amigo mora na mesma rua do local em questão e bem próximo à estação. “Qual número?”, perguntei. “2107”. O apartamento que fui olhar era no 1300. Ou seja, pegadinha. Subi, desci, subi, desci e cheguei no prédio. Suado e cansado. Descartei na hora.

Lembrei de um terceiro, em Pinheiros. Local ótimo, rua sem saída, perto de tudo. Em frente ao prédio há uma escadaria que ligava o fim da rua à sua transversal. De dia, tudo lindo, trabalhadores, entregadores de marmita, estudantes. De noite, pensei com meus botões, não tem cara de ser um local tranquilo para chegar ou passar. Não duvido que eu esteja certo.

Lição que tirei. Observe e desconfie porque bom senso não se distribui por aí.

, ,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *