26 de julho de 2010 Felipe

Felipe Massa, seu criado


Notice: Trying to get property 'post_excerpt' of non-object in /home/felipemenhem82/felipemenhem.com.br/site/wp-content/themes/brooklyn/partials/blog/content.php on line 92

É maldade começar um post com esse título, mas convenhamos, cai muito bem. A Ferrari não precisava pedir passagem para Fernando Alonso, Massa poderia ter negado e sete pontos não fariam diferença para a decisão do campeonato.

Pelo menos pra mim, a marmelada não é motivo para deixar de assistir aos Grandes Prêmios, fazer uma barricada na porta do consulado italiano, deixar de comprar Ferraris (ou Fiats, Alfas, vocês escolhem). No meu caso, ainda vamos (eu e Carol) continuar apostando no bolão que estamos bem mal. Mas digo que Felipe Massa, para grande parte da torcida brasileira, se tornou um terceiro Rubinho Barrichello.

E uma dica para a Ferrari: Da próxima vez, combinem um código melhor. “Felipe, sabe qual é o feminino de nabo? Pois é, é o que você vai ter hoje” ou “Vai uma marmelada ai?” seriam boas ideias.

Em tempo, Flavio Gomes e Victor Martins escreveram grandes (e ponderadas) verdades sobre esse assunto.

, , , ,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *