21 de julho de 2010 Felipe

Adaptação

Adaptações não costumam ser fáceis e cobram seu preço. Com pouco mais de 40 dias morando nessa cidade, ainda luto para me adaptar com algumas coisas. Quem sai do esquema tranquilo de BH, fica assustado com o ritmo e o foco em resultados que grande parte das pessoas trabalham por aqui. De fora, achamos que é neura, mas não é. Dei muita sorte, porque há muita boa vontade, mas preciso fazer mais.

E é claro que isso é uma motivação, mas assusta. Assusta em saber que eu achava que tudo poderia ser mais fácil, por exemplo. De qualquer maneira, pra frente é que se anda. E vontade para isso é o que não falta.

“Para o infinito e além!”

, ,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (3)

  1. Carol

    Meu amor, sei que as coisas não são facéis, mas use as exigências como motivação e não tenha medo, ou tenha, mas seja maior que ele!
    Tenho certeza do seu potencial.

    E quando as baterias estiverem descarregadas, brinque com seus primos, tome uma cerveja gelada, curta a Mila (que é a whippet mãe..), use o tim Liberty! hehe
    Se for possivel, corra pra BH, que ofereço meu colo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *