22 de janeiro de 2010 Felipe

Lavapião

Em dezembro e janeiro, a coisa mais pontual que existe nessa cidade é a famosa chuva Lavapião. Sabe qual é essa, né? É a chuva que cai britanicamente às 17h50. E acaba sacaneando a vida de todos nós, trabalhadores desprotegidos das intempéries.

Ah, e vale só um registro. O Lavapião não faz distinção de meio de transporte. Se você tiver a pé, chove. De ônibus, chove. De bicicleta, chove também. De carro, chove granizo. Dessa forma, quando o tempo fecha, ficamos na eterna dúvida: apostar quanto tempo vai durar a chuva e adiantar o serviço ou aceitar a derrota e ficar encharcado? Confesso de coração que a primeira opção me parece mais sensata.

,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comment (1)

  1. Gabriel

    Não estou certo quanto a exatidão horária da chuva. Sei q em São Luiz do Maranhão sim, todos os dias entre dezembro e fevereiro, chove pontualmente às 18 horas, todos os dias, como um reloginho.
    Aqui na Sonífera Ilha os dias estão incrivelmente bonitos. No sábado, acredite quem quizer, as enseadas que compõe oq pode-se chamar de Praia do Canto, região onde resido e remo a bordo de minha famigerada canoa canadense, o mar estava de um azul Tahitiano, e podia-se ver o fundo de areia branca e a água cristalina sob um sol de rachar mamona. Incrível!
    Naturalmente q não é todo dia assim. Mas essa cidade muitas vezes me enche de orgulho, no quisito natureza.
    Vamo q vamo Cabeção, contra as intempéries, apontando para a fé e remando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *