24 de setembro de 2009 Felipe

E o fim de Piquet

Só um comentário rápido sobre o resultado do julgamento de Nelsinho Piquet e companhia limitada. Me pareceu a vitória de uma cruzada contra Flávio Briatore. Afinal de contas, o italiano picareta foi o único realmente punido. Piquet saiu ileso, graças a delação premiada. Pat Symonds, o engenheiro, tomou uma punição de cinco anos. A Renault recebeu um aviso, que deve ter sido precedido do tapinha nas costas e da frase tipo: “Olha, vou quebrar esse galho porque somos amigos”.

Ou seja, terminou em pizza pra todo mundo que interessa, porque convenhamos, o Briatore não vai fazer nenhuma falta nos circuitos.

, , , ,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comment (1)

  1. Vitória de Max Mosley. Eu suponho que o vídeo da orgia nazista foi gravado a mando do Briatore e, quando Piquetzinho passou no RH, Max o procurou pra saber se tinha alguma treta que pudesse ser utilizada. Tinha, interessava tanto aos Piquets quando ao Max, então usaram.

    Briatore ser banido faz um bem danado à F1, mas Piquet, Alonso, Symonds e a Renault saírem ilesos não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *