5 de novembro de 2008 Felipe

Academia – Dia 3

Depois de 26 anos resolvi começar a malhar. Duas coisas me motivaram na tomada de decisão. A primeira, meu peso e minha barriga vem aumentando gradativamente. Estava começando a me sentir a própria azeitona no palito. A segunda, estava percebendo um músculos cada vez mais atrofiados, o que nunca é bom.

Fiz a avaliação física na semana passada e foi um desastre. “Felipe, faça quantas flexões e abdominais você conseguir no espaço de um minuto”. Depois de quase me matar na salinha do fisioterapeuta da academia, consegui 12 flexões e 28 abdominais. O cara viu também uma série de coisas que devem ser melhoradas: postura, flexibilidade, falta de tônus muscular nas costas, escoliose, blá blá blá.

Comecei a pegar no pesado na sexta e causei estranhamento entre os profissionais da academia. Acho que sou um dos poucos ali que não quer ficar com o físico do Vin Diesel. De qualquer maneira, sei que cada exercício é uma luta, chego em casa destruído.

Um dos instrutores disse que eu preciso durar mais de dois meses, tempo médio entre um aluno se matricular e desistir. Disposição não falta, resta saber se meu corpo vai aguentar.

, ,

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *