27 de maio de 2008 Felipe

Drops de Brasília

Depois de um feriado fantástico em Brasília, com direito ao melhor da companhia, culinária e cultura, eu e Carol encaramos uma viagem de 12 horas na volta. Explico: O único ônibus disponível passava em Três Marias e Sete Lagoas antes de chegar em BH. Nem doeu tanto, já que dormi profundamente a maior parte da viagem. Os únicos incômodos foram as paradas e os salgadinhos que entravam no ônibus.

É fato: Apesar das pressões, a rodoviária de Belo Horizonte realmente precisa mudar de lugar. Demoramos 25 minutos da entrada da cidade até a rodoviária e 50 minutos para ENTRAR dentro da rodoviária.

Assistimos à peça “Hermanoteu na Terra de Godah”, d’Os Melhores do Mundo. É a peça dos famosos bordões “Cooorre negada!” e “O mar abriu no meio, véi!”. Foi sensacional! E vale dizer que bem melhor do que esse sketch são as improvisações e tiradas que os caras soltam. “Todo mundo pode ser Senador da República. Roriz foi, Arruda foi, Gim Argello é!”

Assisti também ao novo Indiana Jones, e é assunto para o próximo post.

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comment (1)

  1. Caro Felipe,

    Você tem razão com relação aos comentários. Estúpido não é o melhor adjetivo.
    Raso, sim. E concordo com você. Estou começando a achar que interessante é essa diversidade da blogosfera. Eu estou começando até a gostar.
    Abraços.

    PS.: Você foi assistir aos Melhores do Mundo e fica divulgando no seu blog… ois é . Ganhou um colega invejoso, eu. rs Os caras são fera, mas só conheço via DVD e YOUTUBE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *