1 de dezembro de 2005 Felipe

Gripe

Certas coisas se encaixam na categoria “lugar-comum que não sai de moda”. Tipo falar de gripe. Estou mal desde domingo, de modo que o ciclo de seis dias se encerra amanhã. Aliás, só hoje aprendi que a gripe dura seis dias. O fato é que ontem, o pior dia, tive delírios por conta da febre e, por duas vezes, não consegui terminar de ver um filme do Clint Eastwood e o período da tarde no trabalho parecia interminável. Também me disseram que não se pode ingerir álcool quando se toma paracetamol ou ácido acetilsalissílico, sob o risco de hemorragia intestinal. Pra melhorar, segui à risca o que me sugeriram. Chá com mel, beber muita água (tô até inchado) e comer bem. Se bem que isso nunca foi dificuldade pra mim…

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comment (1)

  1. ganso

    Vi uma estatística hoje de que
    jovens são infectados com o vírus HIV a cada 14 segundos.

    E aí?
    Sua gripe ainda é importante?
    hehehehe

    (o chato)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *