7 de junho de 2005 Felipe

Treinador procura emprego

Carlos Alberto Torres é demitido do comando do Azerbaijão
Não é o fim do mundo deixar de treinar o Azerbaijão. Por coincidência, ao assistir a matéria especial sobre o Tricampeonato Mundial no Esporte Espetacular do último domingo, pensei como deve ser complicado treinar o Azerbaijão. Ir ao fim do mundo sei lá quantas vezes ao ano somente pra assistir ao campeonato local ou saber quem convocar para os jogos das eliminatórias. Por isso que eu digo, na verdade, fizeram um favor ao nosso capitão do Tri.
Aliás, quem nasce no Azerbaijão é o que?

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *