29 de novembro de 2004 Felipe

GSM-Edge

De certa forma, o evento da Telemig Celular foi bacana, mas só ficou bom quando chegamos lá. O acesso foi uma das coisas mais patéticas que eu já vi na minha vida. Quase duas horas pra andar cerca de cinco quilômetros, entre o Retiro das Pedras (quando o trânsito engarrafou) e o trevo do Morro do Chapéu. Chegando no local, “guardadores” de carro insistiam em deixar o veículo nas proximidades, por “apenas” R$ 10. Não seguir a recomendação deles foi a melhor opção. Estacionamos o carro em um lugar mais distante, mas livre de meliantes, que por sinal atacaram dois carros na ida e oito na volta. Ou seja, (muita) gente pagou pra ter o som furtado.

Devido ao atraso, perdi o show do Los Hermanos. O show do Skank foi bacana, como sempre. Aí veio a Fernanda Abreu. Eu acho que ela tá ficando velha pra continuar pagando de gatinha, mas suas músicas mais velhas até que colocaram a moçada pra dançar (funk, soul e charme nunca são demais). A bateria da Portela também tem seu valor, ainda mais sendo a grande atração da noite para algumas pessoas. 😉

No geral foi um programão pro sábado, a companhia foi das melhores e apesar do cansaço, aproveitei bem.

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *