31 de outubro de 2004 Felipe

Protetor

Acho que vou comprar um protetor bucal, daqueles de boxeador. Porque tá complicado tomar bolada na boca (sem trocadilho, seus pervertidos!) toda vez que eu jogo bola. O problema nem é o lábio cortado, mas a possibilidade de quebrar qualquer coisa. Sorte que isso (ainda) não aconteceu. 😉

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (4)

  1. O cérebro é mais rápido que os olhos. Antes de ler os parênteses já tava rindo. Então vc não se preocupa em cortar os lábios? Passa manteiga de cacau e não abre tanto a boca. rs rs rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *