10 de abril de 2003 Felipe

Edilson

Dizem os dirigentes do Cruzeiro que o Edilson sumiu, não atende e tampouco retorna as ligações feitas pelos cartolas. Eles não estão sabendo que o jogador está em luto de uns dois meses pela morte de sua avó. No último ano é a décima vez que a velha bate as botas.

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *