17 de outubro de 2002 Felipe

Sensacionalismo
Acho que vocês viram o caso do menino de duas cabeças que nasceu aqui em Minas. Filho de adolescentes (o pai com 16 e a mãe com 14 anos), o menino nasceu no interior e foi transferido para o Hospital das Clínicas de BH e morreu hoje.

Casos desse tipo chamam a atenção da imprensa, seja pela anomalia, pela pouca idade dos pais, mas o que me chocou foi o Jornal da Alterosa (SBT) ter colocado imagens do recém-nascido e ter entrevistado o pai do menino sem ao menos se preocupar em preservar a sua identidade. É verdade que o JA é do mesmo grupo que publica o jornal Diário da Tarde (que se você espremer, espirra sangue), e não é a primeira vez que eles mostram imagens, digamos, não condizentes com o horário em que é exibido, as 12:30hs.

Daí eu pergunto, aonde está a ética e o bom-senso? Eu assisto aulas, leio textos e livros sobre a “ética no jornalismo”, pra ver que na realidade, nada disso existe.

Comments (2)

  1. eu acho o seguinte. o dt e o em são coisas distintas da alterosa. apesar de serem do mesmo grupo.
    que é uma coisa lamentável isso é. indubitavelmente. mas a gente deve também lembrar que a radio itatiaia dedicou boa parte da manha de hoje nisso (tá eu assumo eu ouço itatiaia). e muita gente teria feitro o mesmo. e ninguem faria sem atorização dos envolvidos.

    ps: com 16 anos eu nem sabia o que era mulher. meu negocio era video-game.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *