8 de junho de 2003 Felipe

Socialismo Coletivista (ou vice-versa)

Esse é um termo que eu ouvi do meu pai e achei sensacional. Quer dizer mais ou menos que, em um grupo de pessoas, todas são obrigadas a fazer o que a maioria quer. Por exemplo, algumas pessoas vão assistir ao show do Cordel do Fogo Encantado, mas duas preferem ficar bebendo em um bar. A tendência é a vontade desses dois sujeitos ser ignorada e eles acabam indo pro show. Ora bolas, porque isso?? Deixem os caras lá! Se eles mudarem de idéia e forem ao show, ótimo. Se não, que fiquem se divertindo numa mesa de bar.
Curioso foi que isso (quase) aconteceu comigo hoje… e eu estava na mesa do bar e não fui ao show.

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (3)

  1. Isabela

    O show foi incrível, sensacional, maravilhoso. O carinha do violão toca MUITO, os três percussionistas tocam MUITO, e o Lirinha, vocalista, tem a manha de recitar os textos de literatura de cordel. Enfim, foi uma apresentação inesquecível. Mas… tenho certeza de que a sua noite no bar também estava agradabilíssima. Sábado que vem tem PLAP, vamos? É diversão garantida ou seu dinheiro de volta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *