17 de maio de 2003 Felipe

Disco cheio

O improvável aconteceu. Minha cabeça está cheia. E grande (enorme, na verdade) parte do “lixo” é composto por problemas ridículos e coisas bestas remoidas durante um tempo. Existe algum tipo de lixeira intelectual?

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (11)

  1. Flávia

    Tenho certeza q existe sim… se chama auto confiança… se vc tiver certeza de q tudo no fim da certo vai parar de ficar pensando qualquer besteira e tentar antecipar as coisas…

  2. o Álcool não é uma lixeira, mas uma faxineira mal paga que esconde o lixo debaixo do tapete… Logicamente, o lixo volta depois, seguido de muita dor de cabeça…

    A única forma, velho, é resolvendo alguns problemas… não fugindo deles, como propuseram…

  3. Primeiro devo dizer que concordo com o Grande filósofo Bagulho. Segundo há aquela questão primária da filosofia universal experimentada por tantos estudiosos desta ciência: “Suicidar-se ou não? Eis a questão”.
    Após decidido isso, o resto é mânha..
    Eu, como ainda não decidi, até lá, vou bebendo…
    E como sempre digo, “Quero mais é que se foda!” ou dependendo da moça: “Quero mais é que ME foda.”

  4. E para o ilustre Cabeça, uque não leve a mal a podrera acima. Mas sabe que o “Mané Tampão” vem para trazer um pouco de experiência na honrosa prática do chutebaldismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *