13 de maio de 2007 Felipe

As mentiras que as mulheres contam…

O Terra tem a capacidade fantástica de tratar alguns nichos de usuários como pessoas com QI próximo de 15. Digo isso ao ver os portais “Jovem” e “Mulher”. Essa semana, saiu algo como “as maiores mentiras que as mulheres contam. Isso foi tema de discussão no trabalho e o mais incrível foi que até as mulheres julgaram essa matéria uma mentira. Uma no entanto, levantou discussão.

7)”Tem um cara no meu trabalho que me paquera”
É óbvio que “esse homem” não existe, mas claro que ele não precisa saber disso. Esta é uma mentira clássica e que contamos nos mínimos detalhes para deixar claro que na vida não há nada 100% seguro e que ele deve estar constantemente nos conquistando, caso contrário podemos mudar para o outro lado.

Segue o brilhante comentário de André Amorim:

Como assim “é óbvio que ‘esse homem’ não existe”? A autora do texto sabe que diversos homens iam ler este texto, e pensariam: “Vou ver o que as mulheres contam de mentira para mim”. Quando então lerem esta parte, os idiotas de cromossoma XY pensariam: “Ah, então a mulher realmente não está dando bola para o carinha do serviço, apenas está me fazendo ciúmes… menos mal”. O trouxa vai ser traído ainda terá que ouvir da sua mulher a mais pura verdade, e pior: não vai acreditar que foi traído, só vai pensar que ela está contando uma mentira para que ele use a sua (in)capacidade de reconquistá-la. Daí surgiu a velha expressão: CORNO MANSO.

O pior de todo esse texto é tentar acreditar que parte do que foi escrito é verdade. Claro, tem alguma coisa possivelmente plausível ali, mas a boçalidade do texto é que mais assusta.

*Em tempo, peço desculpas aos meus leitores. Ando tão atarefado e relapso que esqueci completamente do quinto ano do blog, comemorados no último dia 3. Como de praxe, muito obrigado todo mundo que sempre aparece. 🙂
E é uma pena, porque ia colocar umas coisinhas comemorativas, fazer umas gracinhas e tudo mais. Agora devo partir pra algo mais discreto. Vamos ver.

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (4)

  1. André ts

    HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA…

    Muito boa! Ontem vi um filme bem parecido com esta materia rídicula de portal feminino. Ele se chamava “Abaixo o Amor”… Bom, acho que é isto!

    Realmente rídiculo…
    Talvez quem tenha feito esta materia deva comer muitos chocolates por dia… Ou ter dedos bem grossos…

    Saudações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *