24 de setembro de 2006 Felipe

A tal "união feminina"

Mulher é um bicho perigoso. “Não me diga”, vão responder os homens. “Somos mesmo, bocó”, dizem as mulheres. Elas não são só perigosas, mas tem a capacidade fantástica de, mesmo recém-apresentadas, se juntarem contra um cara. Na sexta a vítima fui eu. E pior, fui atacado por minha irmã e uma amiga, que se conheceram nos cinco minutos anteriores. Estavamos conversando quando resolvi fazer um comentário pertinente e abalizado sobre algum assunto que não lembro agora. Imediatamente as duas se viraram contra mim e começaram a disparar a metralhadora de argumentos característicos das mulheres. Não houve tempo para defesa, nem para algum “mas…” ou “olha só”. No final ainda tiraram onda, falando de como as mulheres são unidas e blá blá blá.
Sei. Ledo engano. Não quero que a “união” entre as duas termine, mas esse papo não cola. A amizade feminina termina quando duas ou mais mulheres competem pelo mesmo cara. Nesse caso, uma é capaz de cortar a garganta da outra pra eliminar a concorrência.

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (4)

  1. Mulher não é NADA unida, ao contrário, são mesquinhas. Só se juntam quando uma toma um pé na bunda ou é sacaneada, mas assim que sai dessa situação, já voltam a falar mal dela de novo.
    Poucas são as amigas que tenho que não fazem isso. Por isso acredito muito mais em lealdade masculina.
    E tenho nojo de mulher.

  2. Natália

    Ponto 1: Você é dramático. O que não é novidade, é fato.

    Ponto 2: Assim sendo, não houve nenhum ataque.

    Ponto 3: Mulher não é necessariamente mesquinha, vocês estão muito amargos… Há mesquinharia, mas há também boas amizades, ou boa convivência, que surgem de uma empatia inicial.

    Ponto 4: Não se está mesmo nunca satisfeito né… Se tivéssemos nos odiado sua vida podia virar um inferno… E você ia ficar mal humoradíssimo se eu começasse a falar mal das suas amigas… Rá!

    Tudo bem, era só.

    Beijoca queridón

  3. Isabela

    tenho ótimas amigas. quando concluo que determinada amizade não vale a pena, simplesmente desisto dela, passo a evitá-la. se é que você me entende. e isso vale para amigos homens também. enfim, tudo muito simples.

  4. É mais fácil falar da ‘desunião feminina’! hehe… Mas bem pior do que “A tal união feminina”, é a ‘cumplicidade masculina’… Nunca vi! Homens são todos cúmplices de outros homens… É lindo, mas… Omitem ou até mentem para um ser feminino pelo puro prazer de continuarem sentindo-se cúmplices…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *