5 de setembro de 2005 Felipe

Dica nº. 44 de sobrevivência profissional

Se você não está afim de papo e por algum motivo você não tem fone de ouvido, saiba que nem tudo está perdido. Tenha sempre folhas de papel e uma caneta ao alcance.
Primeiro porque profissionalmente isso é fundamental, talvez até mais que o fone de ouvido. Segundo, basta fazer alguns rabiscos na folha para dar a impressão de que você está extremamente concentrado no seu labor. Para isso, é fundamental olhar para o monitor com uma cara séria e compenetrada. Eu gosto de fazer desenhos abstratos, dada minha inaptidão com a lapiseira, e anotações irrelevantes e não relacionadas ao trabalho. Contudo, olho direto para o monitor, isso é fundamental! Rapidamente seus companheiros entenderão que você não pode ser importunado.

Quanto aos fones, vale ressaltar que o volume tem que ser suficiente para encobrir as vozes alheias, mas que te permita ouvir o telefone. Com treino se chega lá. 😉

Felipe

Jornalista mineiro que mora em São Paulo. Interessado em fotografia, comunicação, esportes, música, mobilidade e bicicletas.

Comments (3)

  1. Essa estratégia é o que há.
    Melhor ainda é deixar aquele serviço fácil na manga pra uma
    hora dessas. Aí é só fazer o fácil render horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *